1º de Dezembro - Dia Internacional de Luta contra a AIDS.

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi criado em 1987 pela Assembléia Mundial de Saúde, com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), para relembrar o combate à doença e despertar nas pessoas a consciência da necessidade da prevenção, aumentar a compreensão sobre a síndrome e reforçar a tolerância e a compaixão às pessoas infectadas. No Brasil, a data passou a ser comemorada a partir de 1988, por decisão do Ministro da Saúde.
A Aids é uma doença do sistema imunológico humano causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). A eficácia do sistema imunológico é reduzida progressivamente, o que deixa as pessoas suscetíveis a infecções oportunistas e tumores. O HIV é transmitido através do contato direto de uma membrana mucosa ou na corrente sanguínea com um fluido corporal que contêm o HIV (sangue, sêmen, secreção vaginal, fluído preseminal e leite materno). Esta transmissão pode acontecer durante o sexo anal, vaginal ou oral, transfusão de sangue, agulhas hipodérmicas contaminadas, o intercâmbio entre a mãe e o bebê durante a gravidez, parto, amamentação ou outra exposição a um dos fluidos corporais citados.
Não existe cura ou vacina contra a doença, mas hoje temos no Brasil o tratamento anti retroviral gratuito, fornecido pelo governo, o que garante uma sobrevida aos infectados. Estudos revelam que a pessoa infectada que faz uso dos "coquetéis" de medicamentos tem uma expectativa de vida reduzida em apenas 5% em relação a uma pessoa não-infectada.
Quem já teve algum conhecido, parente ou amigo infectado, sabe que é uma doença muito cruel. Como se não bastassem todas as complicações decorrentes da doença, o soro positivo sofre preconceitos de todo o tipo, muitas vezes até das pessoas mais próximas. A depressão também é uma constante e pode até acelerar o processo da doença. Antes de qualquer coisa, a pessoa tem que ter apoio e compreensão, se sentir amada e entender suas possibilidades, até mesmo para conseguir levar o tratamento adiante.
Muita gente ainda acha que Aids é uma realidade distante, mas acredite: não é! Use SEMPRE preservativo, não compartilhe agulhas e seringas e não tenha medo: em caso de dúvida, faça o teste e o repita de acordo com as instruções médicas. Quanto mais conscientes, mais protegidos.
Ah, e claro, diga NÃO ao preconceito!!!

Fontes:http://saude.terra.com.br
http://www.aids.gov.br/
http://pt.wikipedia.org

2 comentários:

Laylla Leite 1/12/10 10:31  

Muito bom ver pessoas que se preocupam com o outro e passam mensagens e informações tão importantes como essas!
Adorei o blog, já estou seguindo!
Beijos!


http://nails-4u.blogspot.com

Aline Ruvieri 1/12/10 11:10  

Obrigada por seguir, Laylla! Também estou seguindo o seu...
Bjo

Postar um comentário

  © Relicário Feminino

Design by Emporium Digital